Regulamento

Para ser elegível ao Brazil Game Awards 2017, um jogo precisa estar em exposição no Brasil Game Show 2017, que acontece em São Paulo, entre 11 e 15 de outubro. Jogos mostrados a portas fechadas são elegíveis, assim como aqueles que estejam no pavilhão de exposições.

Jogos exibidos fora do Expo Center Norte por empresas que não estejam entre as participantes do Brasil Game Show 2017 estão automaticamente fora da votação.

Formato jogável
Para competir, um jogo precisa estar em formato jogável (“hands on”, “gameplay” etc). Para o Brazil Game Awards 2017, formato jogável é definido pela possibilidade de o membro do júri manipular o jogo em tempo real enquanto estiver rodando na plataforma nativa. Jogos mostrados apenas em vídeos, imagens (“screenshots”), conceitos de arte, filmes renderizados, sequências de jogo pré-definidas ou demonstrações em ambiente controlado pelo desenvolvedor estão automaticamente fora da premiação.

Jogos que não estejam em formato jogável podem, eventualmente, competir em categorias a serem definidas, conforme o acervo a ser exibido no Brasil Game Show 2017.

Cabe ao publisher, desenvolvedor ou representante de um jogo comunicar aos membros do júri como este pode ter acesso ao “hands-on” dos jogos em formato jogável. Jogos serão considerados “não jogáveis” caso, durante o Brasil Game Show 2017, o acesso a eles seja negado a algum dos membros do júri, sem exceções. A melhor maneira de evitar confusão durante o BGS é combinar antecipadamente com os membros do júri como estes podem obter acesso ao “hands-on”.

Para hardware e acessórios, os membros do júri devem ter acesso à versão final ou kits de desenvolvimento (“development kits”). Caso contrário, não serão elegíveis.

Seleção do Júri
Cabe somente ao Brazil Game Awards determinar quem serão os integrantes do júri. A lista será formulada antes do Brasil Game Show 2017 e colocada à disposição das equipes de marketing e relações-públicas das principais empresas participantes do evento. O objetivo de fornecer a lista é auxiliar no agendamento de “hands-on” dos produtos disponíveis no evento.

Os membros do júri, em geral, são jornalistas e produtores de conteúdo de alguns dos principais veículos da indústria de jogos do Brasil e claramente mostraram interesse em avaliar, de forma crítica, entretenimento eletrônico. Cada veículo possui direito a um voto no painel do júri. Cada membro do júri é encorajado, quando necessário, a solicitar a opinião de seus colegas de trabalho de seus respectivos veículos, tanto para determinar indicados quanto ganhadores.

Os membros do júri são determinados a cada ano. A inclusão de um veículo em um determinado ano não necessariamente garante a participação do mesmo nos anos seguintes. Jornalistas freelancers podem ser inclusos como votantes, mas apenas se estiverem trabalhando para um dos veículos que figurem no painel do júri.

Seleção e definição de categorias
Antes do Brasil Game Show, o Conselho do Brazil Game Awards determina a lista de categorias que serão elegíveis à votação. A inclusão de uma categoria em um certo ano não necessariamente determina que esta será inclusa em anos futuros. Caso ocorra um debate sobre em qual categoria se enquadra certo jogo, cabe ao Conselho a palavra final sobre a definição.

Processos de indicação e votação
Após o Brasil Game Show, o Brazil Game Awards define a data em que o júri deve votar nos indicados. Baseado nas categorias definidas, o júri envia seus cinco principais escolhas para cada categoria, por ordem de importância (por exemplo, o 1º escolhido recebe 5 pontos e o 5º escolhido recebe 1 ponto). Tais resultados são tabulados pelo Conselho. Os indicados são então anunciados, sendo cinco em cada categoria. Em caso de empate para o 5º indicado, todos são considerados como indicados. O júri, então, vota em suas principais escolhas entre os cinco indicados em cada categoria.

O resultado da votação é tabulado pelo Conselho. Os vencedores são anunciados em www.brazilgameawards.com.br. Caso haja empate na 1ª posição, os pontos adquiridos na fase de indicação são levados em conta como critério de desempate. No pouco provável caso de dois jogos empatarem na nominação e na votação final, ambos serão considerados vencedores.

O Brazil Game Awards se reserva ao direito de cancelar uma categoria durante o processo de indicação caso não haja jogos em número suficiente para preenchê-la. Cabe ao Conselho avaliar e decidir cada caso.